Como frear com patins - 8 maneiras

Neste vídeo eu vou falar sobre 8 técnicas de frenagem muito úteis para um patinador que gosta de andar pelas ruas (fazer urban, freeskate) e até mesmo para patinadores de downhill.


É importante lembrar que para executar essas técnicas de frenagem você não precisa de um tipo de base ou rodas específicas e o mesmo não deve estar rockeado. Rodas mais macias terão um poder de frenagem maior e também um desgaste maior do que rodas um pouco mais duras, cabe ao patinador avaliar o tipo de roda que melhor se adapte a sua condição.

1° Freio de calcanhar - É a primeira forma de frenagem que o patinador aprende, apesar disso, ele é muito eficiente em baixa, média e alta velocidade. Ele desenvolve as habilidades de aplicar pressão equilíbrio em um perna só. Veja o vídeo desta técnica clicando aqui.

Desgaste das rodas: Não há desgaste.


2° Freio em slalom ou fish break - Técnica muito utilizada para controlar a velocidade, possui maior eficiência em ruas largas, utiliza as guias correspondentes da base, é necessário saber fazer curva paralela.

Desgaste das rodas: Baixo.


3° Freio em T - Freio mais comum entre os patinadores, requer equilíbrio em uma perna só. Ele não precisa de muito espaço para utilizar e pode ser usado em qualquer situação. Em uma descida íngreme ele permitirá que você diminua ou controle a sua velocidade.

Desgaste das rodas: Alto, costuma desgastar muito as rodas nas guias internas.


4° Freio Powerslide - É uma técnica de frenagem eficiente em mudança de direção, necessário saber fazer transição e saber patinar de costa, não recomendada para altas velocidades e downhill.

Desgaste das rodas: O desgaste neste caso será de acordo com a pressão aplicada e intensidade da frenagem.


5° Freio em Cunha ou Plow Stop - Pode ser utilizado em velocidade baixa para parar totalmente ou em alta para diminuir a velocidade, utiliza posição em A  em guia central das rodas. O legal deste freio é que ele possui a mesma eficiência do freio em T e com a vantagem de não gastar rodas.

Desgaste das rodas: Baixo.


6° Freio Soul Slide - É a primeira técnica de frenagem em slide que realmente permite que você pare totalmente em uma ladeira com maior inclinação. Ele possui uma variação mais eficiente chamada Double-Soul, é necessário saber aplicar muito bem a pressão utilizando a guia interna das rodas.

Desgaste das rodas: O desgaste neste caso será de acordo com a pressão aplicada e intensidade da frenagem.


7° Freio Magic Slide - Técnica de frenagem muito eficiente em pisos secos ou úmidos, você precisará da metade de espaço utilizada no Soul Slide para parar. utiliza guia interna e guia central, além da habilidade de rotação.

Desgaste das rodas: O desgaste neste caso será de acordo com a pressão aplicada e intensidade da frenagem.


8° Freio Parallel Slide - Técnica de frenagem tão eficiente quanto o magic slide, você precisa dominar o equilíbrio durante o deslize lateral. utiliza-se as guias correspondentes e movimento de rotação.

Desgaste das rodas: O desgaste neste caso será de acordo com a pressão aplicada e intensidade da frenagem.


Nessa postagem apenas mostramos as principais técnicas de frenagem, nos próximos iremos mostrar o passo a passo de cada técnica, espero que tenham gostado.

Faça parte de nosso grupo do Facebook, tire suas dúvidas, compartilhe suas experiências.

0 visualização

Parceiros:

download.png

THAYNE

YAMAMOTO

inline-certification-program.png

2019 | Adreninline | São Paulo - SP