Como prestar os primeiros socorros nas lesões do esporte

Atualizado: 5 de Mar de 2019

A grande maioria dos acidentes poderia ser evitada, porém, quando eles ocorrem, alguns conhecimentos simples podem diminuir o sofrimento, evitar complicações futuras e até mesmo salvar vidas.

O fundamental é saber que, em situações de emergência, deve se manter a calma e ter em mente que a prestação de primeiros  socorros não exclui a importância de um médico. Além disso, certifique-se de que há condições seguras o bastante para a prestação do socorro sem riscos para você. Não se esqueça que um atendimento de emergência mal feito pode comprometer ainda mais a saúde da vítima.

Contusão

Lesão produzida nos tecidos por uma pancada, sem que haja rompimento da pele. Causando dor e edema (inchaço) no local.

Como proceder:

- Evite movimentar a região atingida e aplique compressas frias ou saco de gelo no local atingido, procure um médico.

Importante: Uma contusão pode acarretar em hemorragia interna, fraturas ou outras lesões graves.


Distensão Muscular

É a lesão provocada no músculo por um movimento brusco ou violento, causa dor intensa à movimentação e contratura** da musculatura atingida.

Como proceder

- Evite movimentar a região lesada, aplique compressas geladas ou saco de gelo no local. Procure um médico.

**(quando músculo se contrai de maneira incorreta e não volta ao seu estado normal de relaxamento).


Câimbra

É a contração abrupta, vigorosa e dolorosa de um músculo, podendo ocorrer no exercício ou em repouso, causando dor e contratura no local.

Como proceder

- Promova o alongamento do músculo atingido e aplique compressas quentes no local, faça uma massagem suave no local.


Ferimentos

Os ferimentos são lesões que envolvem partes superficiais da pele como: cortes, perfurações e arranhados. Ocasionando dor e dependendo da profundidade pode levar a hemorragia.

Como proceder

- Lavar o ferimento e a pele em volta com água limpa e sabão.

- Colocar no ferimento e em volta uma solução antisséptica.

- Aplicar uma gaze, compressa ou um band-aid até a ferida cicatrizar.

Importante: Se o ferimento continuar doendo ou ficando quente deve consultar um médico, em caso de perfuração não se deve retirar os objetos e sim ir ao mais rápido a um hospital ou ligar no 192.


Luxações

É o deslocamento da extremidade de um osso em sua articulação, levando a dor violenta, deformação do local, edema, hiperemia (vermelhidão do local) e impossibilidade de movimentação.

Como proceder

- Chamar imediatamente uma ambulância, ligando para 192.

- Mantenha a vítima em repouso e evite movimentar a região lesada.

- Imobilize o local utilizando algo firme como papelão, tábua ou revistas dobradas, ataduras ou panos para enrolar a imobilização sem muita pressão somente para estabilização, caso não consiga espere o socorro médico chegar.

Importante: Não tente colocar o osso no lugar.


Entorses

É a separação momentânea das superfícies ósseas na articulação, ocasionando dor intensa à movimentação e edema (inchaço) no local.

Como proceder

- Ir ao hospital mais próximo ou chamar uma ambulância ligando paro 192.

- Evite movimentar a região atingida e aplique compressas geladas ou saco de gelo no local lesado.

- Imobilize o local utilizando algo firme como papelão, tábua ou revistas dobradas, ataduras ou panos para enrolar a imobilização sem muita pressão somente para estabilização, caso não consiga espere o socorro médico chegar.

Importante: não use compressas quentes nas primeiras 24h, não faça fricção e nem procure "esticar" a região lesada. O entorse é um traumatismo que sempre exige orientação médica.


Fraturas

É  a ruptura do osso, o primeiro socorro consiste em impedir o deslocamento das partes quebradas, evitando assim o agravamento da lesão.

As fraturas podem ser:

Fechadas - quando o osso não perfura a pele.

Exposta - quando o osso quebrado rompe a pele.

A fratura provoca dor, inchaço, movimento anormal, instabilidade do membro ou até deformidade, por isso, não se deve pegar a vítima e é muito importante esperar pela ambulância para a vítima receber cuidados médico o mais rápido possível.

Como proceder

- Chamar imediatamente uma ambulância, ligando para 192.

- Colocar gaze ou compressa esterilizada, se possível, sobre a fratura.

- Imobilizar a parte fraturada, se possível, enquanto se espera a ambulância.

O artigo 135 do Código Penal Brasileiro é bem claro: deixar de prestar socorro à vítima de acidentes ou pessoas em perigo eminente, podendo fazê-lo, é crime.


Luara Carvalho

Fisioterapeuta - Universidade da Amazônia (UNAMA).

Especialização em Fisiologia do Exercício e Treinamento Resistido na Saúde, na Doença e no Envelhecimento - Instituto Biodelta e Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Especialização em Fisioterapia Hospitalar pelo Hospital Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Graduanda em Educação Física - Faculdade Claretiano

Curso de BLS - Hospital Sírio Libanês.

Curso de Socorrista ao Paciente Poli traumatizado - Hospital Sírio Libanês.

Certificada em treinamento funcional - Core 360

93 visualizações

Parceiros:

download.png

THAYNE

YAMAMOTO

inline-certification-program.png

2019 | Adreninline | São Paulo - SP