Rodas maiores no patins são realmente mais rápidas?

Venho ouvindo relatos com frequência de patinadores urbanos que passaram a utilizar rodas de 125mm em seus patins inline, alguns dizem não se sentir seguros como se sentiam nas rodas menores como por exemplo as de 80mm, outros dizem não conseguir atingir maiores velocidades. Enfim será mesmo que todos estão aptos a utilizar rodas grandes? Porque isso acontece?


Diante deste cenário vou tentar fazer uma análise, não que isso ainda não tenha sido falado e discutido por muitos patinadores mas tentarei fazer com maior clareza.

O principal problema é a altura ou podemos dizer que seja o maior desafio é a altura dos patins (sola do pé) em relação ao solo quando se está em pé.


Para facilitar o entendimento vamos dividir este problema em 2 situações: 1º Crianças e 2º Adultos. Embora muitos pensem que seja aplicado de forma igual para todos, na prática é diferente então você deve relacionar com a sua situação.


Crianças:

Neste grupo vamos colocar qualquer patinador menor de 18 anos, ou qualquer um que ainda esteja se desenvolvendo fisicamente. A maioria dos patinadores ou responsáveis por eles tomam a decisão de quando aumentar o tamanho da roda de forma errada. Eles acreditam que as rodas maiores são mais rápidas, isto é verdade, mas não é verdadeiro se não te dão controle e estabilidade. E isso definitivamente não é verdade, se as rodas maiores (e consequentemente altura dos patins) reduzir a capacidade de resistência (ou seja, o patinador fica mais cansado, mais instável e, portanto, fará um esforço maior durante sua patinação).


Então vamos aos critérios para seleção do tamanho das rodas:

Tamanho do corpo e força.

Habilidades de coordenação (controle).

Idade.

Força do tornozelo.


Ser grande não significa ser automaticamente forte e certamente não significa que a criança/jovem tem controle sobre seus patins/tornozelos, ou que ele seja estável suficiente para patinar com rodas maiores. Muitas vezes a criança que cresce rápido e precoce é o que tem menor controle de seu corpo. Eles podem sim ser mais rápidos se comparado a outros jovens de sua faixa etária, mas isto se dá pela força bruta pois eles têm um nível mais elevado de hormônios em seu corpo e estão a caminho da vida adulta precoce, mas isso não significa que devem usar rodas grandes. (Especialmente não apenas porque “parece certo e se encaixa com o seu corpo”).

Um fator secundário e um pouco “escondido” é o efeito giroscópico. O efeito giroscópico pode ser sentido segurando um patins na mão, de preferência com rodas grandes, gire as rodas o mais rápido possível e em seguida estenda o braço em linha reta e tente mover o patins no ar. Você irá sentir resistência ao movimento aparentemente do nada, este é o efeito giroscópico em ação. Ela é muito poderosa em alta velocidade quando você está patinando, equilibrado sobre um pé durante o movimento de remada, em possível piso ruim. Isso afeta a coordenação, a estabilidade e a velocidade. É a principal causa para ser mais lento, menos hábil e o mais perigoso possível. Para entender mais sobre o efeito giroscópico clique aqui.


O maior motivo para crianças não usarem rodas grandes é que elas não aprendem habilidades básicas tão bem, nem tão profundamente como uma criança em rodas menores. (E o aprendizado de novas habilidades dá as crianças autoconfiança e felicidade).

Um grande problema é que não há uma formula exata ou modo correto de julgar quando mudar para rodas maiores, isto se deve a uma combinação de fatores e o principal é a experiência do patinador, por isto é importante o papel do treinador pois ele terá um olho afiado para detectar pequenos erros, instabilidade, etc.

Um bom teste que encontrei é por exemplo jogar hóquei com os patins, até mesmo uma brincadeira de pega ou algum jogo semelhante de patins. Se o patinador se parecer um iniciante, não conseguir fazer curvas, parar, iniciar aceleração normalmente, ele definitivamente não está pronto para utilizar rodas maiores.


Adultos:

Então, qual é a diferença com os adultos? Bem, na maioria dos casos é EGO. A maioria dos adultos acha que rodas maiores o farão mais rápidos. Bem, adivinhem, eles não são e como sempre digo, velocidade sem controle não é nada e pode ser muito perigoso. É impressionante como muitas pessoas que eu vejo que não têm absolutamente nenhum controle sobre suas rodas, não conseguem ficar na guia externa, nem mesmo um grau, eles têm problemas de parar, virar, e evitar situações perigosas, e eles admitem que ficam nervosos. Ei, adivinhem, é porque você não tem controle sobre seus patins! Porque seu pé está muito alto em relação ao chão, e você ainda não aprendeu a controlar a energia giroscópica em uma grande roda.

Minha dica é, se você é um jovem patinador, ou um adulto que começou (ou voltou depois de muito tempo) a patinar há 5 anos ou menos, ou está desenvolvendo a estabilidade, equilíbrio e controle. Fique nas rodas menores.


Resumo:

Se você está mais perto do chão, seus tornozelos são mais fortes e você vai reagir mais rápido, virar melhor e se sentir mais seguros em seus patins. Você também vai relaxar mais e ser mais eficiente em uma distância maior, porque você está relaxado. Assim, você vai andar de patins melhor, mais rápido, mais longe e seguro.


Acho que agora você deve perceber o quão louco é ver alguns "patinadores por aptidão" ou crianças experimentando os setups de 100, 110 ou até 125 milímetros. Se você parece como o Pato Donald ou aquele Boneco de Posto quando você anda de patins, então você provavelmente deve comprar algumas rodas menores em breve. (ou pelo menos voltar ao básico com horas e horas de treinos básicos, agachamentos, e treinamento específico para fortalecer os tornozelos, embora isso não lhe dará as habilidades de coordenação que você precisa para controlar o patins quando estão em movimento. 


Tenho certeza de que este artigo não vai fazer qualquer diferença em 99,9% das pessoas, porque o ego é uma coisa poderosa, e todo mundo acha que "Sim, mas eu não sou um daqueles caras (patos ou bonecos de posto) em rodas grandes, que isto serve apenas aos outros caras”. Talvez agora as pessoas possam compreender a questão um pouco mais, bem, vamos esperar que sim, especialmente por causa de seus amados tornozelos.

Não esqueça de deixar suas considerações nos comentários. Faça parte de nosso grupo do Facebook.

316 visualizações

Parceiros:

download.png

THAYNE

YAMAMOTO

inline-certification-program.png

2019 | Adreninline | São Paulo - SP