7 Cuidados ao patinar sozinho

Atualizado: 5 de Mar de 2019

Inserir a atividade física na rotina é um dos pilares para uma vida mais saudável. Isso você já deve ter visto ou ouvido em algum lugar. Segundo a Federação Mundial de Cardiologia, pessoas que não praticam atividades físicas têm um risco duas vezes maior de sofrer doenças do coração, ter pressão alta e desenvolver diabetes quando comparadas a quem pratica exercícios físicos regularmente, independente do fato de estar ou não acima do peso.

Muitas pessoas procuram na patinação uma forma de se exercitar ao ar livre para manter a vida mais saudável. A patinação fitness é a modalidade mais recomendada para quem quer iniciar um exercício físico e emagrecer. Porém nem todos tem um grupo, praticam em uma escola de patinação ou tem um professor para auxiliar.


Se você já patina e tem noção de algumas técnicas básicas saiba os 7 cuidados para treinar sozinho. Lembre-se antes de iniciar a patinação utilizar todos os equipamentos de proteção e hidratar-se antes, durante e após o treino. Confira a baixo os cuidados:


1. Avaliar sua Saúde Antes de iniciar qualquer atividade física, mesmo com orientação profissional, é importante ir ao médico avaliar sua saúde e identificar problemas nas articulações e/ou problema de pressão alta ou diabetes.

Porém se houver algum problema de saúde o melhor é fazer treinos supervisionados por um educador físico que irá indicar a intensidade o tempo e volume de treino adequado de acordo com seu estado de saúde e objetivo.


2. Aquecer e Desaquecer O aquecimento eleva a temperatura corporal e aumenta a frequência cardíaca, dessa forma, mais sangue é bombeado, levando nutrientes e oxigênio para os músculos. Além disso, é durante o aquecimento que ocorre um aumento da frequência respiratória, importante para o bom rendimento.

Ele deve durar em torno de 10 a 15 min, e algumas atividades que podem ser feitas são: correr de tênis, pular corda ou fazer polichinelo, sendo importante começar o exercício mais intenso logo em seguida sem deixar o corpo esfriar. Após terminar o treino devem-se fazer alongamentos para prevenir cãibras e a dor pós- exercício. Alongando todo o corpo, braços, pernas, ombros e pescoço para finalizar a atividade física.


3. Escolher o Melhor Lugar O ideal é procurar por terrenos livres de obstáculos, buracos e, a princípio, planos. Esse cuidado tornará a patinação mais leve, ideal para quem está começando a praticar um exercício físico. Outra dica é optar por locais com baixo índice de poluição, como os parques, ciclo faixas de orlas, com menos movimento de carros, facilitando a travessia e evitando o risco de acidentes.


4. Intensidade Gradual Para definir a intensidade do treino deve ser analisado o condicionamento físico individualmente, de uma maneira geral, comece com um ritmo confortável e evolua de acordo com o ganho de condicionamento físico.

Quando se sentir mais confortável para aumentar a intensidade, uma boa ideia é fazer o treinamento é denominado fartlek (do grego, forte X fraco) que é mais conhecido aos praticantes de corrida de rua (de tênis), porém também pode ser aplicado aos patins, que se alterna patinação de passeio e uma corrida mais intensa e ao progredir aumenta-se o tempo da corrida e diminui o do passeio. Por exemplo, comece patinando em uma intensidade leve por dois minutos e correr um minuto durante 30 minutos, numa outra oportunidade patinar mais leve dois minutos e correr dois minutos também por 30 minutos. Dessa forma, condiciona-se melhor para uma futura corrida com os patins.


5. Tempo e Frequência As primeiras semanas de exercício físico são um período de adaptação do corpo à atividade física, por isso inicia se com 20 a 30 minutos três vezes por semana. A cada semana, deve-se aumentar o tempo até atingir os treinos de pelo menos 30 minutos, 5 vezes por semana ou treino de 50 minutos 3 vezes por semana.

Atenção: mesmo exercícios aeróbicos precisam de um tempo de descanso entre eles. Espere pelo menos 24 horas e caso sinta dores, espere até que elas passem ou faço o treino em um ritmo bem leve nesse dia. Caso a dor persista, procure um médico.


6. Postura Estar atento a postura ajuda a evitar lesões e dores principalmente na coluna lombar, quadril, joelhos e panturrilhas. Durante a patinação de intensidade mais leve procurar manter a coluna reta, joelhos levemente flexionados, braços a frente do corpo e remada lateral com passadas curtas. Se já conseguir realizar a corrida com os patins a postura muda um pouco o corpo se inclina um pouco mais para frente, joelhos mais flexionados e remada lateral fazendo “meia lua” joelhos atrás de joelhos, abaixo segue o link dos vídeos da patinação 2 e patinação 3 da metodologia do ICP (Inline Certification Program) que você encontra no nosso Curso Online de Patinação.


7. Ouça os Sinais do Corpo Durante o exercício, fique atento à sua frequência cardíaca. Ao realizamos o exercício aeróbico moderado sentimos que nosso coração está batendo mais acelerado que quando estamos em repouso, isso é normal, mas o aumento dos batimentos não deve ser excessivo, caso sinta sua frequência cardíaca excessivamente acelerada pare a atividade imediatamente.


A respiração é outro parâmetro para saber se estamos no caminho certo. A falta de ar durante a patinação indica que as moléculas de oxigênio não estão sendo adequadamente absorvidas pelo sangue. A resposta normal do corpo frente a esse esforço é cessar a atividade. Para evitar a parada brusca, o ideal é, assim que faltar o fôlego, diminuir o ritmo até a respiração voltar ao normal.


Podem também ocorrer algumas dores musculares que irão acontecer normalmente, isso acontece devido ao acúmulo de ácido lático nos músculos, efeito comum após o exercício, porém se persistirem podem indicar lesões musculares, que devem ser tratadas para poder retornar a rotina de treinamento, a dor tem que desaparecer em até três dias, se isso não acontecer, busque um médico.


Lembre-se sempre de respeitar seus limites, preste atenção no seu corpo e execute a atividade de maneira consciente. Com qualquer sinal de mal estar, interrompa o treino e procure se restabelecer, não tente acompanhar o ritmo de outras pessoas, cada um está em um nível de condicionamento e cada um tem seu objetivo. 


Agora é colocar em prática e bons treinos. Em caso de dúvidas, nos deixe uma mensagem nos comentários, faça parte de nosso Grupo do Facebook e compartilhe suas experiências.


179 visualizações

Parceiros:

download.png

THAYNE

YAMAMOTO

inline-certification-program.png

2019 | Adreninline | São Paulo - SP