Os efeitos do álcool na patinação

Tenho a certeza que todos nós já ouvimos falar das incontáveis consequências negativas que o álcool pode ter na saúde, no entanto, ainda existe um grande número de pessoas que curte tomar aquela cervejinha pós treino com objetivo de se divertir e socializar com os amigos ou até mesmo dar aquela relaxada, mas qual será que é a consequência disto no organismo?

Pois é, aquela cervejinha no final do treino pode prejudicar e muito o seu treino de patinação. Pois  as bebidas alcoólicas em geral acabam prejudicando a evolução física por vários fatores. Quem patina por esporte e consome o álcool tem uma deterioração da qualidade física, pois a bebida diminui a força, a velocidade, a capacidade cardíaca e muscular, o equilíbrio e prejudica a respiração.


A desidratação é uma consequência comum da ingestão do álcool tem efeito negativo sobre a função renal, fazendo com que haja uma perda de água e eletrólitos (vitaminas e sais minerais) através do suor e da urina. Esse distúrbio de água e eletrólitos também pode promover uma arritmia cardíaca, fazendo com que o coração bata fora de compasso.


Outro efeito que o álcool também promove é o aumento de peso, devido à grande quantidade de calorias presentes em cada dose, 1g fornece 7 calorias, enquanto 1g de proteína ou hidrato de carbono fornece 4 calorias. Porém, são “calorias vazias”, pois o álcool não é fonte de nutrientes importantes. Além disso, são calorias absorvidas rapidamente no estômago e que podem facilmente contribuir para aumentar a gordura corporal.


A hipoglicemia também é muito comum em quem mistura álcool com patinação. A atividade física já promove uma diminuição de glicose no organismo. O álcool acentua mais ainda esta redução. O corpo começa a usar a proteína como fonte de energia, pois não há mais glicose no organismo.


A fadiga é sem sombra de dúvidas um outro inimigo, quanto mais energia num treino de patinação, melhor. O corpo precisa trabalhar forte operando com o máximo de sua capacidade física, para que os músculos possam se regenerar durante o descanso normal. E bebidas alcoólicas danificam as horas de sono do atleta. Como é durante o descanso que os músculos se recuperam e crescem, um corpo fadigado jamais vai conseguir obter todo o resultado que conseguiria num processo normal de sono e descanso. Sendo que, ainda mais depois de uma bebedeira, o corpo gasta energia a mais para poder se recuperar totalmente, e isso pode levar mais de 48h.


E isso tudo pode ficar pior por causa dos efeitos nocivos do álcool no sistema nervoso. Além de prejudicar no tempo de reação, também acaba denegrindo a coordenação motora, quando se bebe ao patinar ou até mesmo em um dia pós ingerir bebidas alcoólicas, com isso podendo levar a desequilíbrio sobre os patins e quedas com risco de fratura se não estiver bem protegido.


Contudo se você quer ser um atleta de patinação, não somente patinador de recreação, mas que procura o bem-estar físico e a boa forma ou até mesmo alta performance é importante saber dosar e até mesmo eliminar as bebidas alcoólicas de sua rotina para que não interfira em seus ganhos físicos. No entanto o efeito da ingestão de bebidas alcoólicas dependerá de diversos fatores, entre eles o gênero do indivíduo. O ideal é que se for consumir algum tipo de bebida alcoólica seja feito até 72 horas antes da prática de atividades físicas e que não ultrapasse a dose máxima recomendada por médicos.


Tipo de bebida / Quantidade de doses

Cerveja / Duas latas (350 ml)

Vinho / Duas taças (150ml)

Destilado /Duas doses (45ml)


Se você tem alguma dúvida ou sugestão deixe nos comentários abaixo.

63 visualizações

Parceiros:

download.png

THAYNE

YAMAMOTO

inline-certification-program.png

2019 | Adreninline | São Paulo - SP